Magento lança hospedagem de lojas e-commerce

Gustavo Paes, 06/04/2011

Recebi um e-mail informando do lançamento do Magento Go, um serviço de hospedagem de lojas virtuais, assim como o WordPress.com é para blogs.

Só que, diferentemente do WordPress.com, o Magento Go cobra, e não me pareceu pouco não. O plano mais barato custa U$15 ao mês e você tem direito a cadastrar apenas 100 SKUs — produtos. O que não é muita coisa, levando-se em consideração que uma camiseta cadastrada, com tamanhos P, M e G já se foram 4 SKUs.

O plano que eles recomendam é de U$65 ao mês, agora com respeitáveis 1000 skus para cadastrar e com suporte via telefone. Embora eu tenha achado caro, pode ser uma boa para pessoas que já tem uma loja física ou virtual em algum outro lugar e esteja tendo problemas de lentidão ou para dar manutenção.

Magento Go

Esse tipo de serviço é bom no aspecto de tranquilidade. Não é preciso ficar atualizando o Magento para a última versão nem se preocupar se os sistemas de pagamentos estão funcionando adequadamente ou não. O serviço fará isso para você.

Mas, como no WordPress.com, qualquer customização extra é impossível — ou custa alguns dólares a mais. Além do mais, o Magento é um sistema pesado, isso não se tem dúvidas. Como os servidores se comportarão quando estiverem hospedando diversas lojas? Pagar U$65 ao mês para ver seu site engasgar não é muito divertido.

Além do mais, o Magento Go não aceita módulos como pagamento via PagSeguro, nem cálculos de frete usando o Correios. Ou seja, brasileiros, estamos excluídos. O UOL Host possui um serviço semelhante — veja banner abaixo, toda personalizada para o mercado brasileiro. Se você não entende nada de instalação de Magento, pode ser a solução.

Mas, se você entende, contrate uma hospedagem boa e instale você mesmo o Magento, sai muito mais barato.